Oportunidades no mercado solar fotovoltaico

Entrevista com Pablo Larrieux – Diretor de Marketing Solar Group

O mundo todo voltou os olhos para as energias renováveis, em abril, por ocasião da Cúpula do Clima. Como a Solar Group enxerga as oportunidades dentro deste mercado sustentável?

As oportunidades no mercado de Energia Solar são enormes e o discurso das principais potências na Cúpula do Clima, no mês de abril, corrobora essa tendência. De forma geral, os principais países abordaram em seus discursos metas para ter uma matriz energética mais limpa e para atingir a neutralidade nas emissões de carbono. As energias renováveis, em geral, e a energia solar, em particular, são essenciais para que os países atinjam essas metas, dando um novo impulso ao setor. Na segunda feira passada (3/5), Joe Biden, presidente dos Estados Unidos, aprovou um mega projeto de energia solar no deserto da Califórnia, que com uma área de 8 Km2, terá capacidade para atender 90.000 residências. De acordo com a administração Biden, “projetos como este podem ajudar a tornar os Estados Unidos um líder global na economia de energia limpa por meio da aceleração do desenvolvimento responsável de energia renovável em terras públicas”. Certamente iniciativas desse tipo serão seguidas globalmente, aumentando ainda mais as oportunidades do mercado.

A Solar Group já enxerga um movimento dos mercados e dos parceiros internacionais no sentido de investir mais em energia solar? Na prática de que forma isto está acontecendo?

De forma geral, os países mais relevantes economicamente investem fortemente em energia solar, mas esses investimentos estão focados no desenvolvimento do mercado interno. Isso se explica pela grande demanda interna, que torna natural priorizar o suprimento dessa demanda, antes de procurar uma expansão fora das fronteiras. Por outro lado, cada vez mais, grupos de energia têm presença global e isso faz com que eles levem suas estratégias corporativas para os diferentes países onde atuam. Por exemplo, a Enel declarou no seu plano estratégico 2021 – 2023, que pretende triplicar sua capacidade com origem em fontes renováveis. Esse tipo de estratégia, certamente, terá reflexo no Brasil e, provavelmente, acelerará o avanço da energia solar no país.

 

Imagem: DW | Google

Artigos relacionados

Cuidados com os Efeitos Nocivos do Sol aos Trabalhadores que Atuam em Instalações Externas

Na exposição ideal o sol é um dos grandes responsáveis por estimular a produção de vitamina D no organismo. Além disso, também contribui para a regulação do humor, manejo do estresse, melhoria do sono, redução da pressão arterial e eliminação de alguns tipos de fungos, bactérias e ácaros. O problema ocorre quando há excesso de…

Ver Mais

Estruturas de Solo para Sistemas Fotovoltaicos – conheça as vantagens de cada uma delas

Os sistemas fotovoltaicos estão se tornando cada vez mais populares devido à sua capacidade de gerar energia limpa e sustentável. Uma parte crucial desses sistemas é a escolha da estrutura de fixação, que pode ser instalada no solo. Neste blog, vamos explorar as vantagens das estruturas de solo para sistemas fotovoltaicos, tanto on-grid quanto off-grid.…

Ver Mais

Por que a Energia Limpa e acessível é tão importante para o Brasil?

O Dia Mundial do Meio Ambiente, comemorado no dia 5 deste mês de junho, foi criado exatamente para levar as pessoas a refletirem sobre a relação da humanidade com o planeta. Em 2023, as fontes limpas cresceram 50% em todo o mundo, segundo relatório da Standard & Poor’s Global Commodity Insights   O Brasil é…

Ver Mais

Entenda o que muda no Mercado Livre de Energia

Solução concorre com a instalação de energia solar fotovoltaica em alguns setores e a complementa em outros. Ganha impulso este ano com portaria que autoriza a participação de empresas com consumos inferiores a 500 quilowatts (kW). O Mercado Livre de Energia é o termo popular para o chamado Ambiente de Contratação Livre (ACL), onde fornecedores e…

Ver Mais